Graduação / Ciências Econômicas
Notícias
Ciências Econômicas
25/07/2017 - 09:38
UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
O 17º Encontro Brasileiro de Finanças (XVII EBFin) foi organizado pela Universidade Católica de Brasília e recebeu economistas de diversas universidades internacionais
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
  • UCB sedia Encontro Brasileiro de Finanças
Esquerda Fotos: Faiara Assis Direita
O Encontro Brasileiro de Finanças (EBFin), maior evento acadêmico da área de Finanças no país, é realizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Finanças (SBFin). A 17ª edição do Encontro foi organizada pela Universidade Católica de Brasília (UCB), entre os dias 20 e 22 de julho, no Auditório do Câmpus II, e contou com palestras de profissionais nacionais e internacionais da área de Finanças. Com temáticas sobre Investimentos e Precificação de Ativos, Finanças Corporativas, Derivativos e Risco, e Econometria e Métodos Numéricos em Finanças, esta é a primeira vez que o EBFin ocorre na região Centro-Oeste do país.

Durante o encontro, 85 trabalhos foram selecionados dentre os 148 submetidos. O minicurso “Política e Preços de Ativos” foi oferecido por Pietro Veronesi, da Universidade de Chicago. No dia 21 de julho, ocorreu o Jantar de Confraternização com os participantes do encontro.

Para o pró-reitor acadêmico, professor Daniel Rey de Carvalho, foi uma honra a Universidade Católica ter recebido o encontro, pois se trata de um importante encontro nacional que foi organizado pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Economia. “É muito bom ter a possibilidade de trazer esse fórum e discussões com nossos professores”, destacou. O diretor da Escola de Gestão e Negócios da UCB, professor André Luiz Cordeiro Cavalcanti, esteve presente e agradeceu a presença dos convidados e dos palestrantes durante a solenidade de abertura do evento.

17º EBFin

O evento possibilitou o intercâmbio acadêmico entre os participantes externos e pesquisadores locais, além da discussão de temas de pesquisa atuais e atualização e reciclagem de pesquisadores locais por meio da participação nas diversas atividades. Segundo o coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Economia da UCB e membro do Comitê Organizador local da conferência, professor José Angelo Divino, o Encontro Brasileiro de Finanças (EBFin) reuniu palestrantes internacionais renomados, apresentações de trabalhos por autores nacionais e estrangeiros e oferta de um minicurso. Desde 2001, acontece anualmente com mostra de trabalhos científicos em finanças e áreas correlatas, como macroeconomia, microeconomia e política monetária. “Trazer o EBFin para o Centro-Oeste foi uma iniciativa do programa de Mestrado e Doutorado em Economia. Para tanto, obtivemos apoio institucional e patrocínios externos de agências de fomento e instituições privadas”.

Para alunos e profissionais da área, esta foi uma oportunidade única de entrar em contato com a fronteira do conhecimento na área de Finanças. O presidente da Sociedade Brasileira de Finanças (SBFIN), Jose Santiago Fajardo Barbachan, acredita que a organização do evento foi essencial. “Trouxemos convidados especiais e palestrantes internacionais renomados. Neste ano, os temas foram centralizados em preços, riscos políticos e aspectos reguladores de mercado, tópicos importantes para pesquisas acadêmicas na área. O setor de finanças é uma área democrática, que atrai pessoas com formação em engenharia, economia, administração, física, matemática, negócios e economia”.

Para o diretor da Sociedade Brasileira de Finanças (SBFIN), Caio Ibsen Rodrigues de Almeida, a realização do evento é muito importante. “É a primeira vez que o Encontro Brasileiro de Finanças acontece no Centro-Oeste. Fui um dos fundadores da sociedade em 2001 e hoje trabalho ao lado da diretoria. A realização dos eventos em outras cidades, fora do eixo Rio-São Paulo, foi crucial para a agregação de conhecimento”.

Conhecimento internacional
Boris Vallée, da Universidade de Harvard, apresentou trabalho intitulado “Inovação financeira e participação no mercado de ações”, em que mostra evidências de que a introdução de uma nova classe de produto financeiro, os “Produtos Estruturados de Varejo” – produtos bancários de investimento com retornos indexados em ações com uma fórmula fixa e destinados ao investidor comum –, ocasionou um aumento da participação do investidor comum sueco no mercado de ações.

Já o pesquisador Stefan Nagel, da Universidade de Chicago, mostrou trabalho relacionado a técnicas de administração de carteira e gerenciamento de risco. Em particular, Nagel apresentou uma forma engenhosa de se estimar modelos de fatores comuns que incorporam um grande número de fatores e, por isso, apresentam o “desafio da multidimensionalidade”. As técnicas de estimação propostas por ele incorporam algoritmos semelhantes aos de aprendizado de máquinas usadas em problemas de Inteligência Artificial. “Este é um tema importante para se debater, pois essas características impactam no mercado financeiro. Há ideias e estudos sendo discutidos sobre o tema”, argumentou.

Em palestra de abertura, Markus Brunnermeier, da Universidade de Princeton, apresentou trabalho intitulado "A teoria I do dinheiro: interação entre estabilidade financeira e estabilidade de preços". O pesquisador apresentou novas formas de trazer estabilidade financeira mostrando que decisões de caixa das empresas têm papel fundamental na propagação e eficácia da política monetária. Os resultados apresentados por Brunnermeier constituem justificativa teórica para algumas das medidas que foram adotadas por bancos centrais mundo afora para minimizar os efeitos da crise de 2008. “Esta é a minha segunda participação no evento e a primeira vez em Brasília. É uma oportunidade de discutir ideias, trazendo o debate a pessoas que não pertencem a grupos determinados e recebendo feedback sobre os trabalhos apresentados”, disse.

Anny Cassimira

Ir para o menu
Encontre tudo
Redes sociais da UCB
Universidade Católica de Brasília
Câmpus I - QS 07 – Lote 01 – EPCT – Taguatinga – Brasília – DF CEP: 71966-700 - (61) 3356-9000
Câmpus Avançado Asa Norte - SGAN 916 Módulo B Avenida W5 - CEP: 70790-160 - Brasília/DF - Telefone: (61) 3448-7116
Câmpus Avançado Asa Sul - SHIGS 702 Conjunto 2 Bloco A, Brasília, Distrito Federal 70330-710, Brasil
Quem faz? Moringa Digital