Notícias
11/09/2018 - 13:34
Egresso da UCB participa do MasterChef
Em sua nova edição de 2018, para cozinheiros profissionais, um egresso do Curso de Gastronomia da Universidade Católica de Brasília (UCB) está entre os participantes
Egresso da UCB participa do MasterChef Divulgação
Um dos maiores programas de gastronomia da tevê aberta no Brasil, o MasterChef, conquistou os brasileiros ao apresentar receitas culinárias, grandes desafios gastronômicos e muitas histórias cativantes. Em sua nova edição de 2018, para cozinheiros profissionais, um egresso do Curso de Gastronomia da Universidade Católica de Brasília (UCB) está entre os participantes para concorrer ao prêmio de melhor chef do Brasil. Além de cozinheiro profissional, Thales Luis Alves dos Anjos também é professor universitário e, em entrevista à UCB, conta sobre suas perspectivas e experiência na graduação, a deixar transparecer sua veia educacional.

Thales é goiano, nascido em Formosa (GO), e, antes de se inscrever no MasterChef, conciliava o seu tempo entre trabalhar como bancário e dar aulas de Gastronomia à tarde e à noite. Hoje, aos 25 anos e com uma das maiores oportunidades da sua carreira, o cozinheiro relembra o que o levou a escolher a profissão. “Eu sempre gostei da gastronomia. Cresci ao redor de mesas e almoços grandes de domingo onde a comida significava afeto. Pensar sobre construção de afetos e o efeito que o prato tem em cada pessoa que o prova é fantástico”, conta.

Inicialmente, Thales veio a Brasília para cursar Psicologia e só depois resolveu se profissionalizar e estudar mais a fundo a culinária em uma segunda graduação, com formação em Gastronomia pela UCB em 2016. “Durante meu período na Universidade Católica, uma das grandes experiências que tive foi o convite para ser consultor junto a uma das minhas professoras, devido ao meu destaque e empenho na classe. Passei 30 dias dentro de uma cozinha para criar cada prato do menu”, lembra.

Também na UCB, Thales teve a oportunidade de se conectar mais com a educação gastronômica por meio do programa de monitoria do curso, a inspirar sua carreira discente. Ele conta que sente que despertou algo positivo nos alunos, como professor, a transformar vidas e demonstrando a eles que era possível servir mais do que comida: “poderiam servir histórias, ciências e vários outros saberes”, explica. “Ensinar as pessoas a cozinharem e sentirem amor por tudo que sai é mágico”, diz.

No MasterChef, a prova responsável por garantir a sua participação no programa envolvia confeitaria, apesar de não ser a preferência do cozinheiro. “Como professor, devo saber um pouco de cada técnica, mas minha preferência é a cozinha regional”, esclarece. Ele conta que atualmente faz um trabalho que mistura técnicas ancestrais com técnicas internacionais, para fazer com que a gastronomia brasileira seja reconhecida no mundo.

Quando questionado sobre as suas aspirações profissionais, Thales transparece sua vontade como educador e a esperança no meio científico do Brasil. “Meu sonho é transformar a educação gastronômica em uma ciência a qual faça o Brasil ser o primeiro nome em pesquisas da área”, conta à UCB. Durante sua carreira, o chef já cozinhou para nomes famosos da gastronomia nacional e internacional, como Diego Koppe, Jimmy Ogro e o próprio jurado do programa, Henrique Fogaça, altamente conceituado no setor.

Além de professor universitário, Thales também realiza palestras e cursos por todo o País, oferece consultoria em restaurantes e empreende uma empresa de eventos, faz festas, jantares e pequenos encontros. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com o chef pelo seu perfil no Instagram, @chefthalesalves, ou via e-mail:contato.chefthalesalves@gmail.com. “Inclusive, sugiro que acompanhem o Instagram, pois tem muita novidade e textos sobre gastronomia”, indica aos estudantes da UCB.

Curso e Mercado de Trabalho

Aos alunos da UCB, Thales é realista com relação ao curso e ao mercado de trabalho gastronômico. “É necessário entender que chef de cozinha é um cargo e que o curso é complicado e cansativo. A cozinha não é lugar de pessoas que não querem trabalhar muito. Também tem que se valorizar enquanto profissional e não ser pago apenas com gratidão”, atenta aos alunos.

O MasterChef, hoje, é uma ótima oportunidade para aqueles que querem seguir carreira profissional, como chefs de cozinha. Para Thales, o programa abre muitas portas, além de auxiliar na visibilidade do seu trabalho como professor e pesquisador. “Com essa exposição, ainda posso mostrar que qualquer pessoa pode ser o que ela quiser”, diz.

Receita autoral

Como cozinheiro profissional, Thales conta que sua receita autoral favorita é a Lagosta Goiana. “É um prato composto por farofa de baru, capuchinha, quiabo, engrossado de milho verde com caldo de galinha, requeijão de pedaço com infusão de frango e envolto em abobrinha”, detalha o prato, que remete a sua origem no Goiás.



Profissionais do Texto

Ir para o menu
Encontre tudo
Redes sociais da UCB
Universidade Católica de Brasília
Câmpus I - QS 07 – Lote 01 – EPCT – Taguatinga – Brasília – DF CEP: 71966-700 - (61) 3356-9000
Câmpus Avançado Asa Norte - SGAN 916 Módulo B Avenida W5 - CEP: 70790-160 - Brasília/DF - Telefone: (61) 3448-7116
Câmpus Avançado Asa Sul - SHIGS 702 Conjunto 2 Bloco A, Brasília, Distrito Federal 70330-710, Brasil
Quem faz? Moringa Digital