Graduação / Nutrição
Notícias
Nutrição
29/06/2018 - 17:08
Estudante de Nutrição desenvolve projeto que liga Brasil e África
Estudante Asafe Cristino associa a cultura e a alimentação para unir os povos
  • Estudante de Nutrição desenvolve projeto que liga Brasil e África
  • Estudante de Nutrição desenvolve projeto que liga Brasil e África
  • Estudante de Nutrição desenvolve projeto que liga Brasil e África
  • Estudante de Nutrição desenvolve projeto que liga Brasil e África
  • Estudante de Nutrição desenvolve projeto que liga Brasil e África
Esquerda Foto: Natália Valarini Direita
O Projeto SER+, da Universidade Católica de Brasília, oferece ao estudante a oportunidade de participar do dia a dia de uma determinada comunidade, entender sua dinâmica, seus problemas, suas peculiaridades e, ajudá-la a pensar soluções para os seus problemas. Pensando nisso, o estudante de Nutrição, Asafe Cristino, junto com alguns de seus professores, desenvolveu um projeto que associa a cultura e a alimentação para unir o Brasil ao Continente Africano.

“O objetivo do projeto é dialogar sobre cultura e alimentação entre um grupo de imigrantes africanos e estudantes universitários brasileiros”, destaca a professora orientadora do projeto, Fernanda Lima Avena Costa.

O projeto é dividido em duas partes. Na primeira, é abordada a influência africana na culinária brasileira, onde os estudantes serão os mediadores do debate. Nesse sentido, foi preparado um cardápio com moqueca, pé-de-moleque e cuscuz; comidas recheadas de tradições africanas e que estão enraizadas na vida do brasileiro. Já no segundo encontro, será conversado a respeito de alguns ingredientes comuns no Brasil e como eles estão inseridos na culinária africana. Exemplo disso é o fufu, massa à base de banana-da-terra ou inhame, servido como acompanhamento de peixes e sopas. Nesta reunião, quem estará à frente do encontro serão os migrantes.

“O projeto tem como finalidade abrir espaço para que migrantes africanos possam, por meio da comida, dialogar sobre cultura, linguagem e imigração. Objeto este, a comida, que une dois países e é, talvez, a maior evidência de uma cultura afro-brasileira que resiste por séculos”, explicou o autor do projeto, o estudante de Nutrição, Asafe Cristino.

“Ao final dos dois encontros, espera-se o entendimento do poder que a comida tem de unir pessoas e costumes. Não se espera que os migrantes estejam integralmente inseridos na cultura brasileira e que as dificuldades de socialização sejam solucionadas de forma tão simples; para conferir uma vida mais acessível a eles é preciso mais diálogo, esforço e humanidade. Todavia, esses estudos contribuem para demonstrar que as práticas alimentares são mais do que práticas banais que fazem parte do cotidiano dos indivíduos. Elas são dimensões que trazem em si um conjunto de informações sobre as diferentes formas de ser, pensar e agir de uma sociedade”, explicou a professora Fernanda.

Projeto Ser+

O Projeto SER+ caracteriza-se como atividade complementar integrante das horas complementares constantes nos currículos dos cursos de graduação da Universidade.

Ao se inscrever no Projeto, o estudante estará ciente de que deve disponibilizar 36 horas para a sua participação, preferencialmente no turno contrário ao do seu curso. Destas 36 horas, 28 horas serão de atividades desenvolvidas junto à comunidade e 8 horas nas etapas de preparação e avaliação.

Saiba tudo sobre o projeto Ser+ aqui.


Rodrigo Eneas

Ir para o menu
Encontre tudo
Redes sociais da UCB
Universidade Católica de Brasília
Câmpus I - QS 07 – Lote 01 – EPCT – Taguatinga – Brasília – DF CEP: 71966-700 - (61) 3356-9000
Câmpus Avançado Asa Norte - SGAN 916 Módulo B Avenida W5 - CEP: 70790-160 - Brasília/DF - Telefone: (61) 3448-7116
Câmpus Avançado Asa Sul - SHIGS 702 Conjunto 2 Bloco A, Brasília, Distrito Federal 70330-710, Brasil
Quem faz? Moringa Digital