Notícias
19/12/2018 - 15:14
Universidade recebe avaliação 4 no Índice Geral de Cursos
As notas variam de 1 a 5 e sintetizam em um único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da Instituição de Ensino Superior (IES)
Universidade recebe avaliação 4 no Índice Geral de Cursos
A Universidade Católica de Brasília (UCB) acaba de ser avaliada com nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), indicador de qualidade do Ministério da Educação (MEC) que avalia as Instituições de Educação Superior do País. O instrumento é construído com base numa média ponderada das notas dos cursos de graduação, mestrado e doutorado ofertados e sintetiza em um único indicador a qualidade da instituição de ensino em uma escala de variação de 1 a 5.

Segundo o Pró-Reitor Acadêmico da UCB, Prof. Dr. Daniel Rey de Carvalho, o IGC 4 é o melhor presente de Natal que a UCB poderia receber. "A nota 4 mostra a qualidade dos Cursos de Graduação e Pós-graduação Stricto Sensu. No ano de 2017 tivemos mais de 80% dos Cursos de Graduação da Escola de Exatas, Arquitetura e Meio Ambiente e da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação com CPC 4. Recentemente, os nossos Programas de Stricto Sensu em Biotecnologia e em Economia receberam conceito 6, ingressando no seleto grupo de programas de excelência da CAPES. Atualmente, os gestores estão debruçados na elaboração do Plano de Gestão com horizonte até 2030, definindo as melhorias e investimentos necessários para a Universidade Católica de Brasília se consolidar como Instituição de Ensino Superior de excelência e de referência em nível regional, nacional e internacional", disse.

O cálculo é realizado anualmente e leva em conta os seguintes aspectos:

• Média dos Conceitos Preliminares de Curso (CPCs) do último triênio relativos aos cursos avaliados da instituição ponderados pelo número de matrículas em cada um dos cursos computados.

• Média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela CAPES na última avaliação trienal disponível, convertida para escala compatível e ponderada pelo número de matrículas em cada um dos programas de pós-graduação correspondentes.

• Distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação e pós-graduação stricto sensu, excluindo as informações do item II para as instituições que não oferecerem pós-graduação stricto sensu.

Como o IGC considera o CPC dos cursos avaliados no ano do cálculo e nos dois anos anteriores, sua divulgação refere-se sempre a um triênio, compreendendo todas as áreas avaliadas previstas no Ciclo Avaliativo do Enade.

As áreas e eixos tecnológicos de cada ano do ciclo são os seguintes:


Áreas - Bacharelados e Licenciaturas

• Ano I - Saúde, Ciências Agrárias e áreas afins (2016).

• Ano II - Ciências Exatas, Licenciaturas e áreas afins (2017).

• Ano III - Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e áreas afins (2018).

Eixos Tecnológicos

• Ano I - Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança (2016).

• Ano II - Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Produção Industrial (2017).

• Ano III - Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design (2018).


Rodrigo Eneas

Ir para o menu
Encontre tudo
Redes sociais da UCB
Universidade Católica de Brasília
Câmpus I - QS 07 – Lote 01 – EPCT – Taguatinga – Brasília – DF CEP: 71966-700 - (61) 3356-9000
Câmpus Avançado Asa Norte - SGAN 916 Módulo B Avenida W5 - CEP: 70790-160 - Brasília/DF - Telefone: (61) 3448-7116
Câmpus Avançado Asa Sul - SHIGS 702 Conjunto 2 Bloco A, Brasília, Distrito Federal 70330-710, Brasil
Quem faz? Moringa Digital