Graduação / Ciência da Computação
Notícias
Ciência da Computação
10/10/2016 - 15:44
I Encontro da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
Esta é a primeira reunião da escola que pretende integrar cada vez mais os cursos ao trazer temáticas interdisciplinares. Nos dias 3 e 4, o encontro discutiu a conexão entre as novas tecnologias e a educação na era cognitiva
  • I Encontro da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
  • I Encontro da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
  • I Encontro da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
  • I Encontro da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
Esquerda Fotos: Faiara Assis Direita
A Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação da Universidade Católica de Brasília (UCB) realizou nos dias 3 e 4 de outubro, nos Câmpus I e II, o primeiro encontro da escola voltado aos diversos cursos de graduação e de pós-graduação, com temáticas diversificadas e interdisciplinares. O evento pretende promover a integração e criar espaços para reflexão e discussão dos desafios da educação e da comunicação diante dos avanços e mudanças provocadas pelas tecnologias digitais na sociedade e, principalmente, nas juventudes universitárias. Neste sentido, a Semana de Tecnologia da Informação esteve inserida na programação.

A diretora da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação, Christine Maria Soares de Carvalho, acredita que este foi um primeiro momento de integração entre os cursos e também de apresentação da escola. “Foi possível alinharmos nossa identidade como escola por meio das palestras, colóquios, semana acadêmica e seminário internacional. Reunimos todas essas atividades num único evento, que vai abordar os desafios da educação e da comunicação provocados pelas tecnologias digitais, com uma linguagem geral voltada aos diferentes públicos”.

Com a participação de pesquisadores de instituições nacionais e internacionais, foram realizados seminários, palestras e colóquios. Na abertura do encontro, Henrique Von Atzingen, executivo de Cloud na IBM America Latina, falou sobre a “Vida no mundo pós iPhone, como a tecnologia invadiu nossas vidas”. Ele explicou como a transformação digital e as tecnologias mudaram a vida das pessoas. “Alguns visionários começaram a pensar em tecnologia de forma que o usuário a compreendesse sem a necessidade de um manual ou estudo. É o caso do iPhone e do Ipad que mudaram a forma de se desenvolver tecnologia. É mais fácil e inteligente fazer algo simples, de fácil acesso, para que todos possam utilizar”.

Desafios para a educação contemporânea


No Câmpus II, dia 4 de outubro, o Colóquio Pedagógico abordou a "Tecnologia, espetacularização e autoridade: caminhos e encruzilhadas para a educação", realizado pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. O Prof. Dr. Carlos Ângelo de Meneses Sousa explicou que o colóquio faz parte de um projeto de pesquisa que ele coordena sobre juventude, educação, tecnologia, sociabilidade e aprendizagem. “Temos a intenção de mostrar alguns frutos da pesquisa realizada no programa e apresentar as dimensões na relação entre tecnologia, juventudes e educação”.

Com o título de doutorado defendido recentemente com tese sobre a autoridade docente e as tecnologias, o Prof. Dr. Leonardo Humberto Soares realizou debate sobre a influência da tecnologia na autoridade docente, a formação e a adequação do professor aos novos cenários educativos, além de carreira e situações de stress em sala de aula. “Hoje, na educação, existe um discurso de que o estudante tem um domínio exacerbado da tecnologia e que essa geração mais nova domina a tecnologia num estágio natural. Mas é preciso saber em qual medida este estudante detém esse domínio e como a autoridade docente está em crise. Não é somente a tecnologia que influencia nestas questões, mas há crises estruturais na educação e na percepção da educação nos dias contemporâneos. Ainda temos um modelo do século XIX, no qual o professor é detentor de todo o conhecimento”.

O Prof. Dr. Ricardo Spíndola Mariz foi co-orientador da pesquisa sobre autoridade docente e as tecnologias e apontou o excesso de informações como o problema clássico atual, pois, segundo ele, a informação sozinha não gera pensamento, nem transformação social e é neste novo cenário que o professor deve atuar. “Nesta visão, é importante voltar ao simples e central para que a escola proporcione reflexão e conteúdo. O novo papel do professor nessa dinâmica é ajudar a pensar e a lidar com o acesso a informações”, disse.

“É uma habilidade ainda mais significativa para o docente redescobrir seu lugar. Há uma mudança na dinâmica da informação, o que tirou do eixo a escola e a universidade que, antes, eram ‘donas’ da informação. Hoje, a informação circula de várias formas que não passam, necessariamente, pelas escolas. Outra pressão na educação é a espetacularização, que força a escola e o professor a serem excepcionais. No entanto, nem tudo na vida é extraordinário”, explicou Spíndola.

I Encontro da Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação

Dentro da programação, estão previstas ainda atividades acadêmicas no dia 19 de outubro, no Câmpus II, pela manhã, com o tradicional seminário internacional da Cátedra Unesco de Juventude, Educação e Sociedade. A conferência “Percepción de los Derechos Humanos y educación em grupos sociales específicos: jóvenes, crisis, Derechos Humanos” será proferida pelo Prof. Dr. Sabino de Juan López (UNED, Madri, Espanha), e a Mesa Redonda “Juventude Universitária: Percepções sobre Justiça e Direitos Humanos”, terá a presença da Profa. Dra. Ana Maria Eyng (PUC-PR) e da Profa. Dra. Sonia Maria Ferreira Koehler (Unisal-SP). No Auditório do Centro Educacional Católica de Brasília (CECB), à noite, está programada mesa redonda com a temática “Juventude Universitária e os Direitos Humanos”, com o Prof. MsC. Robson Montegomeri Lustoza (UCB e Senac-DF), o Prof. Dr. Ivar César Oliveira de Vasconcelos (UCB e UNIP-DF) e Profa. Dra. Sonia Maria Koehler (Unisal-SP).
 

Anny Cassimira

Ir para o menu
Encontre tudo
Redes sociais da UCB
Universidade Católica de Brasília
Câmpus I - QS 07 – Lote 01 – EPCT – Taguatinga – Brasília – DF CEP: 71966-700 - (61) 3356-9000
Câmpus Avançado Asa Norte - SGAN 916 Módulo B Avenida W5 - CEP: 70790-160 - Brasília/DF - Telefone: (61) 3448-7116
Câmpus Avançado Asa Sul - SHIGS 702 Conjunto 2 Bloco A, Brasília, Distrito Federal 70330-710, Brasil
Quem faz? Moringa Digital