Tecnológicos / Gastronomia
Notícias
Gastronomia
10/05/2017 - 17:21
Curso de Gastronomia abordou a produção de cervejas artesanais
Tendências e negócios, esse é o tema da II Semana da Gastronomia, que traz grandes profissionais da área para falar sobre inovação e os desafios do mercado gastronômico
  • Curso de Gastronomia abordou a produção de cervejas artesanais
  • Curso de Gastronomia abordou a produção de cervejas artesanais
  • Curso de Gastronomia abordou a produção de cervejas artesanais
  • Curso de Gastronomia abordou a produção de cervejas artesanais
  • Curso de Gastronomia abordou a produção de cervejas artesanais
  • Curso de Gastronomia abordou a produção de cervejas artesanais
Esquerda Fotos: Faiara Assis Direita
O Brasil está entre os três maiores fabricantes de cervejas do mundo, atrás apenas de Estados Unidos e China. Em um mercado em constante ascensão, o consumidor se depara com inúmeras marcas e diferentes tipos de cervejas, contudo há uma vertente que está em constante crescimento, a de cervejas artesanais. Pensando nisso, o curso de Gastronomia da Universidade Católica de Brasília (UCB) realizou a palestra sobre “O Mercado de Cervejas Artesanais”, durante a II Semana da Gastronomia.

A cerveja é uma bebida que agrada o paladar do brasileiro. Com um alto valor nutritivo e fácil absorção pelo organismo, além de conter vitaminas, minerais, carboidratos, proteínas e álcool em sua composição. Se consumida moderadamente, a cerveja possibilita benefícios à saúde.

Combinada com deliciosos pratos e muitas vezes utilizada na sua produção, a cerveja se torna um diferencial para o chefe que sabe utilizar a bebida e agrega valor ao seu cardápio. “Hoje é um diferencial o chefe de cozinha que entende de bebidas, que sabe harmonizar um vinho, que sabe reconhecer uma cerveja e até usa as bebidas alcoólicas dentro de suas receitas”, salientou a assessora e professora do curso de Gastronomia, Luli Neri Riccetto.

Dados do Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja (SINDCERV) mostram que desde 2014 as cervejarias artesanais cresceram 11% no mercado. O consumo da bebida caiu no gosto das pessoas. O Distrito Federal ainda está atrás de outros estados como, por exemplo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde há inúmeras cervejarias especializadas em bebidas artesanais. “Comecei a produzir cerveja artesanal em 2008. Um grande diferencial da nossa produção é que não usamos nenhum tipo de química como melhoradores de espuma. Nós usamos água mineral na fabricação e a nossa fermentação é diferente, pois algumas de nossas cervejas, por exemplo, são refermentadas na própria garrafa e sem o uso de açúcar”, explicou Luís Henrique Alves de Souza, da Cervejaria Valkirja.

Em março deste ano, a capital federal recebeu o 10° Bier Hub Festival, evento que acontece em São Paulo e que, pela primeira vez, esteve em Brasília. A Cervejaria Valkirja ficou em primeiro lugar no festival. “A nossa cerveja é toda feita com insumo importado, o malte é belga, os lúpulos são dos Estados Unidos, da República Tcheca, da Eslovênia e da Alemanha, o fermento é francês e belga. Optamos por produtos importados, pois a qualidade do produto final é bem melhor e a eficiência supera a dos produtos nacionais. Outro detalhe é que fazemos em pouquíssima quantidade, o que também favorece o resultado da cerveja. Além de todo carinho e preocupação, pois nós gostamos do que fazemos”, salientou Luís.

Fabricada inicialmente por mulheres, a cerveja passou a ser produzida por homens a partir da revolução industrial e, desde então, tem sido predominantemente associada ao gênero masculino. “Hoje existe muito pré-conceito e machismo no mercado cervejeiro, principalmente no Brasil, onde a bebida é associada ao futebol, samba e à imagem da mulher seminua”, ressaltou a beer sommelier e representante da Stadt Cervejaria, Andréa Sousa.

Para ela é “importante quebrar esse paradigma e incentivar outras mulheres a produzir, a participar do mercado e a consumir. Não existe distinção de cerveja para homens e mulheres, pois o paladar não possui gênero”, disse Andréa.

Participe das atividades da Semana da Gastronomia
A Semana da Gastronomia continua até o dia 12 de maio, e no dia 13 (sábado) acontecerá a I Gincana Universitária da Escola de Gestão e Negócios, das 9h às 13h, no Câmpus I. Para participar não será necessário efetuar inscrição prévia. Confira a programação e participe!



Carolina Matos

Ir para o menu
Encontre tudo
Redes sociais da UCB
Universidade Católica de Brasília
Câmpus I - QS 07 – Lote 01 – EPCT – Taguatinga – Brasília – DF CEP: 71966-700 - (61) 3356-9000
Câmpus Avançado Asa Norte - SGAN 916 Módulo B Avenida W5 - CEP: 70790-160 - Brasília/DF - Telefone: (61) 3448-7116
Câmpus Avançado Asa Sul - SHIGS 702 Conjunto 2 Bloco A, Brasília, Distrito Federal 70330-710, Brasil
Quem faz? Moringa Digital