Graduação / Sistemas de Informação
Linhas de Extensão

Linhas de Extensão

1. Programa de Extensão

O Programa de Extensão da UCB é o principal programa voltado para incentivar a participação do corpo discente em atividades ligadas à extensão universitária, e tem como responsável a Pró-Reitoria de Extensão a qual tem como função coordenar a política de extensão universitária da UCB.

Essa política compreende a extensão universitária como a “prática que consolida o ensino e a pesquisa, viabilizando, de forma imediata, a relação entre a Universidade e a Comunidade, fundamentada nos princípios da extensão como prática permanente que permite a democratização do saber, o desenvolvimento e organização da sociedade, a formação de cidadãos conscientes de seus direitos e das responsabilidades do exercício da cidadania”.

O Projeto Político-Pedagógico do Curso de Sistemas de Informação, reconhecendo a importância social e técnico-científica da atividade extensionista, estabelece como objetivos em relação a essa questão:

• Estimular alunos e professores para o desenvolvimento de atividades de extensão, incrementando a participação no âmbito do Programa de Extensão; e
• Identificar segmentos econômicos, sociais e do setor produtivo onde possam ser desenvolvidas ações extensionistas na área de Sistemas de Informação pelos alunos de graduação.

2. Programa de intercâmbio empresa/universidade

Além de uma formação técnica e científica de qualidade, cabe hoje também às universidades a adequação do aluno ao mercado globalizado, competitivo e dinâmico. Neste sentido, a UCB, e em particular o seu Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, tem se esforçado para oferecer uma infra-estrutura dotada dos mais modernos recursos técnicos na área pedagógica e para criar as condições necessárias para que o ensino se desenvolva, proporcionando aos seus alunos uma formação harmônica e equilibrada, onde o geral e o específico se integrem e propiciem uma configuração consciente do profissional que na Universidade se forma em sua circunstância histórica.

Por outro lado, Brasília representa hoje o segundo mercado consumidor de produtos de informática, sendo ultrapassada apenas por São Paulo. A razão desta posição destacada é a grande presença dos representantes dos três poderes na capital. Todos os setores governamentais têm feito investimentos expressivos no sentido de aumentar a produtividade de suas atividades, aperfeiçoarem o relacionamento entre si e com o cidadão, provendo um número crescente de serviços informatizados. Além disso, Brasília tem grande concentração de serviços, tais como na área bancária e de construção civil, o que implica na demanda constante de profissionais em TI. Dessa forma, Brasília possui um conjunto de empresas que prestam serviços de Tecnologia da Informação em diferentes níveis. Essas empresas têm aumentado os seus negócios e atraído outras empresas a estabelecerem filiais na capital.

Fica evidente, portanto, uma situação de interesse e necessidade mútua: de um lado a Universidade tem como objetivo formar profissionais capazes de atender às necessidades do mercado, e do outro lado, as empresas têm uma carência constante de profissionais qualificados em Tecnologia da Informação.

Com o intuito de promover uma aproximação efetiva entre Universidade e Empresa, e para apresentarem suas atividades, discutirem os problemas de interesse comum, traçar o perfil dos profissionais desejados e apresentar as perspectivas do mercado, o curso de Bacharelado de Sistemas de Informação da UCB tem promovido diversas atividades de integração entre a Universidade e as empresas do DF. Convênios de cooperação mútua e conferências técnicas realizadas pelos representantes das empresas são exemplos dessas ações de integração.

O Projeto Pedagógico Institucional da UCB destaca que a “UCB, fiel à sua missão, tem por objetivo gerar, sistematizar e disponibilizar o conhecimento, elevando, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão a consciência de cidadania e a prática da ética cristã”.

Assim, espera-se das unidades de curso de graduação a efetiva promoção de ações, institucionalmente articuladas, de modo a “tornar disponível o conhecimento produzido e acumulado pela Universidade,...”. Tais ações extensivas devem ser previstas e constantes do Projeto Pedagógico do Curso.

3. Programa de incentivo ao empreendedorismo

Foi iniciada em 1999 a implantação do empreendedorismo na UCB, como um primeiro passo para uma maior identificação dos alunos com o mercado de trabalho. O objetivo desta iniciativa não é necessariamente o ensino de tecnologias de informação, mas uma motivação para que o egresso comece a desenvolver a idéia de criação de empresas de base tecnológica, dentro do novo contexto mundial em que o emprego tradicional tem dado lugar a pequenas empresas.

A UCB implantou a Incubadora Tecnológica de Empresas e Cooperativas – ITEC/UCB que tem por objetivo incentivar e apoiar a criação de novos empreendimentos de base tecnológica e de negócios, e a formação de empreendedores para produção de software e de serviços em Tecnologia da Informação. Isto é, transformar o desenvolvimento de um produto de Tecnologia da Informação tradicionalmente técnico, em produto sócio-técnico-econômico. O projeto inclui o apoio de infra-estrutura operacional e financeiro da UCB, abrindo novas oportunidades de capacitação em empreendimento e gestão empresarial. Além disso, o projeto tem como objetivo captar apoio e recursos de instituições privadas e oficiais.

Encontre tudo
Redes sociais da UCB
Universidade Católica de Brasília
Câmpus I - QS 07 – Lote 01 – EPCT – Taguatinga – Brasília – DF CEP: 71966-700 - (61) 3356-9000
Câmpus Avançado Asa Norte - SGAN 916 Módulo B Avenida W5 - CEP: 70790-160 - Brasília/DF - Telefone: (61) 3448-7116
Câmpus Avançado Asa Sul - SHIGS 702 Conjunto 2 Bloco A, Brasília, Distrito Federal 70330-710, Brasil
Quem faz? Moringa Digital